Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (62)99450-9072

Encontre o que deseja

    Mundo

Gari ajuda crianças nos estudos há oito anos e tem mais de 170 ex-alunos no mercado de trabalho: \'Educação é a base\'

Publicada em 04/02/22 as 16:28h por Vitória 87 FM - 70 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Vitória 87 FM)
Após oito anos ajudando crianças e adolescentes com os estudos, a gari Francisca Barbosa se orgulha de saber que mais de 170 dos ex-alunos do projeto Levando Amor estão empregados formalmente no mercado de trabalho. A iniciativa, que conta com vários voluntários da comunidade, permite que os moradores do setor Terra do Sol, em Aparecida de Goiânia, trabalhem e tenham com quem deixar os filhos em ambiente seguro e educativo no contra-turno da escola.“Atendemos crianças que hoje estão no mercado de trabalho. Antes, o meio de ganhar dinheiro que elas encontravam era o tráfico de drogas, hoje é trabalhar. Salvamos vidas”, disse a líder comunitária.
Francisca contou que pretende inscrever o Levando Amor no Movimento LED - Luz na Educação, da TV Globo e da Fundação Roberto Marinho. A premiação distribuirá R$ 1,5 milhão aos responsáveis por iniciativas inovadoras no setor – veja aqui quem pode participar e como se inscrever.A gari tem dez filhos e começou a idealizar o projeto ao enfrentar dificuldades para ajudar as crianças nas tarefas da escola. Ela disse que a ideia foi crescendo aos poucos, voluntários se prontificaram a ajudar e acabou criando um ambiente saudável e acolhedor para a comunidade.

O Levando Amor é um espaço em que as crianças recebem reforço escolar no contra-turno da escola. Estar matriculado e frequentando as aulas é uma exigência para ser acolhido pelo projeto. “A gente ensina o que a gente sabe e ajuda eles a não desistirem”, completou.

Francisca valoriza a edudação e acredita que é por meio dela que a comunidade do setor Terra do Sol tem chances de melhorar de vida.

“O ensino é a base, o alicerce de tudo. A educação permite que você saiba se expressar melhor, tem uma chance maior de um trabalho que ganhe bem. Antes, muitos desistiam da escola porque tinham dificuldade de acompanhar a turma. O que sabiam era roubar ou traficar. Hoje eles sabem ler e escrever”, pontuou.

A idealizadora do projeto disse que espera, um dia, ver a comunidade transformada e acredita que o Prêmio LED pode ajudar a concretizar muitas das espectativas que ainda não saíram do papel.

“Tenho o sonho de ver o Terra do Sol regularizado, 100% das crianças formadas, com faculdade. Acredito que vamos viver para ver isso. Temos um projeto grande de construir uma creche, montar uma oficina de costura, uma associação. Onde vamos chegar, eu deixo com Deus”, finalizou.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 (62)99450-9072

Visitas: 249139 | Usuários Online: 19

Todos os direitos reservados

Converse conosco pelo Whatsapp!