Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (62)99450-9072

Encontre o que deseja

    Brasil

Chuvas no RS: tremores de terra na serra gaúcha registraram 2.4 graus na Escala Richter

Publicada em 13/05/24 as 15:56h por Vitória 87 FM - 20 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Vitória 87 FM)
Fenômeno ocorrido na madrugada em Caxias do Sul tem causas naturais, diz especialista
iversos bairros de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, foram despertados por uma série de tremores e estrondos — Foto: Reprodução vídeo

A magnitude dos tremores da madrugada desta segunda-feira (13) na região da serra gaúcha chegou a 2.4 graus na escala mR, desenvolvida especialmente para abalos sísmicos ocorridos no Brasil. De acordo com o sismólogo Bruno Collaço, do Centro de Sismologia da USP, a medição é equivalente à Escala Richter, usada para registrar magnitudes de terremotos ao redor do mundo. A nomenclatura mR, de acordo com o especialista, é utilizada no país devido ao posto de medição do fenômeno.
Onde aconteceu os tremores de terra no Rio Grande do Sul?
A Rede Sismográfica Brasileira (RSBR), por meio do Observatório Sismológico da UnB e do Centro de Sismologia da USP, apontou que os tremores de magnitudes 2.3 mR e 2.4 mR ocorreram nos municípios de Caxias do Sul, Pinto Bandeira e Bento Gonçalves e foram sentidos pela população. Não há registro de feridos.

Sismos na serra gaúcha na madrugada de segunda-feira

03h03 2.3 mR Caxias Do Sul
02h58 2.3 mR Caxias Do Sul
02h37 2.3 mR Pinto Bandeira
01h48 2.4 mR Bento Gonçalves
Fonte: RSBR
De acordo com a RSBR, eventos desse tipo não são incomuns na serra gaúcha. A região possui um histórico de ocorrência de tremores de terra de magnitudes entre 2.0 e 3.0 mR. Nos últimos dez anos, a região da Serra Gaúcha registrou 27 sismos.

Qual é a causa dos tremores de terra no Rio Grande do Sul?
Os tremores ocorrem em paralelo às enchentes que assolam a região do Rio Grande do Sul, e há a hipótese do fenômeno ter sido causado por acomodação do solo devido às fortes chuvas. No entanto, segundo Collaço, ainda não é possível fazer uma correlação do tremor com as chuvas, embora ele não descarte a possibilidade.
“Em geral, seriam necessários alguns meses depois das chuvas para tremores desse tipo ocorrerem, mas não se pode descartar essa possibilidade. De qualquer forma, são necessários estudos aprofundados para afirmar com precisão as causas desses sismos”, destaca Bruno.

De acordo com ele, a análise para determinar a causa do abalo leva algum tempo, mas ele descartou a possibilidade de que o abalo sísmico tenha sido causado por quedas de pontes ou outras estruturas destruídas pela enchente. Segundo ele, um tremor em decorrência da queda da ponte seria restrito ao local do evento e de efeito fraco e breve.
De acordo com a Escala Richter, os efeitos de tremores são pouco percetíveis até os 3,4 graus. A partir de 3,5 graus é possível ouvir o barulho do tremor. Aos 4,3 graus, móveis são balançados e pequenos objetos podem ser derrubados. Muros são rachados e objetos pesados são deslocados aos 5 graus. Dos 6 em diante são registrados danos consideráveis a construções.

ENCHENTES NO RIO GRANDE DO SUL:
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), declarou estado de calamidade pública devido aos municípios impactados pelo temporal no estado.
O número de mortos pela tragédia das chuvas no Rio Grande do Sul chegou a 145 vítimas, de acordo com um boletim divulgado pela Defesa Civil estadual, na noite deste domingo (12).
Ao todo, há ainda 132 pessoas consideradas desaparecidas. O número de desalojados passa de meio milhão e alcança 538.743 pessoas.
Moradores de Caxias do Sul, na serra gaúcha, sentiram tremores de terra na madrugada desta segunda-feira (13) 

Por Felipe Gelani — Rio de Janeiro





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 (62)99450-9072

Visitas: 233866 | Usuários Online: 2

Todos os direitos reservados

Converse conosco pelo Whatsapp!